Amar mulheres é um ato revolucionário


Hoje é o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica. Esta data é marcada por lutas e demandas de um grupo que cansou de ser violentado ou deixado de lado pela sociedade. O amor entre mulheres é a união de energias poderosas, potencializando as deusas que existem dentro das mulheres.

No dia 29 de agosto de 1996 ocorreu o 1° Seminário Nacional de Lésbicas (Senale) para abordar temas como falta de políticas de saúde para as Lésbicas, invisibilidade social e violência. Após este Seminário, agosto ficou conhecido como o Mês da Visibilidade Lésbica, trazendo temas das violências que elas sofrem e as pautas que o movimento reivindica.

Ter voz parece algo simples, mas é extremamente importante. Ter voz significa poder exigir seus direitos, poder denunciar violências e não deixar te rebaixarem. Dar visibilidade às lésbicas significa empoderar as mulheres para que elas lutem pelas suas demandas, mostrar que elas têm direitos sobre os seus próprios corpos. Elas têm direito à proteção contra doenças sexualmente transmissíveis, direito à não serem assediadas, direito a não sofrerem “estupros corretivos”.

Como as criadoras da Revista Brejeiras dizem, “amar mulheres é ato político”. É um ato que desloca a centralidade do patriarcado na construção da sociedade. É um ato que faz as mulheres serem protagonistas na conquista da felicidade, do amor. Mostrar nas ruas que você ama sem ligar para o que o patriarcado diz o que é socialmente correto. As lésbicas precisam lutar por terem tanto a homofobia quanto o machismo sobre elas.

Mas a união das deusas é mais forte do que tudo isso. O poder das mulheres juntas, em sintonia, permite que elas consigam prevalecer sobre os percalços que vêm sobre elas. E elas não precisam lutar sozinhas. As mulheres bis e héteros podem apoiar o movimento trazendo visibilidade para as pautas que o coletivo lésbico traz. Os homens gays e héteros precisam respeitar as mulheres e não perpetuar piadas lesbofóbicas, intervindo também quando algum colega faz uma ação prejudicial às lésbicas. A união entre mulheres é revolucionário e político, sinalizando a todos que estão à sua volta: Amor, presente!

#lésbica #mulher #relacionamento #lgbt #LGBT #amor

Somos uma revolução silenciosa empoderando mulheres através de um oráculo de chás

© 2018 por THE FEMINIST TEA. Orgulhosamente criado com Wix.com