Sobre a solidão da mulher negra


Muito tem se falado sobre esse tema, já ouviu algo Mana? A solidão da mulher negra se dá em vários aspectos, um deles é que são poucas mulheres de pele retinta que hoje encontramos nos comerciais, propagandas e novelas (que em suma maioria aparecem fazendo o papel de empregada doméstica, sendo protagonista ou não, como apareceu na malhação de 2016), e são poucas também que estão em lugares de representatividade ou liderança, por exemplo: empresas ou no parlamento.

A primeira onda do feminismo foi marcada principalmente pela reivindicação do direito ao voto, após alguns anos as mulheres conquistam esse direito, e algumas depois começaram a participar da política, mas as mulheres negras não tinham (e pouco tem hoje) em quem votar, que fale e representam suas questões tanto de gênero quanto de raça e classe social, e também houve uma defasagem escolar muito grande na vida das mulheres negras que foi algo que implicou também na não participação delas direta no parlamento, e poucas são as que estão lá hoje. Entendem que a falta de identificação traz a angústia e a solidão?

Desde da infância essa solidão já se estabelece, como relatam várias mães de meninas negras ou mulheres que conseguem relatar sobre as opressões que passaram e que ainda passam. Quando brincam, por exemplo, a menina negra é sempre a preterida por sua cor, formas, cabelo… ou, quando está em grupo com as amigas na escola, vê as amigas de pele clara sendo cobiçadas pelos meninos.

Essa questão do relacionamento também é muito foda e dolorida ao longo da vida, onde vemos homens cobiçando a mulher branca por status, por serem “respeitáveis”, para “casar”, não “promíscuas”, de “boa aparência”... Até mesmo alguns homens negros que, principalmente quando conseguem alguma emancipação econômica, acabam se casando com mulheres brancas. E ninguém tá falando que não deveria, estamos falando de quadro racista e sexista muito grande e profundo pelo qual as mulheres negras passam. O nosso papel mínimo é escutar o que essas mulheres têm a dizer de como se sentem, e colaborar ao máximo com elas, abrindo mais espaços para a voz e protagonismo para elas.

#feminisno #feminista #feministtea #feminist #empoderamentofeminino #negro #negra #representatividadenegra #racismo

Somos uma revolução silenciosa empoderando mulheres através de um oráculo de chás

© 2018 por THE FEMINIST TEA. Orgulhosamente criado com Wix.com